sábado, 1 de setembro de 2012

Belo Desastre - Jamie McGuire (Resenha)

Leitura da Semana



 Belo Desastre
Jamie McGuire


Para iniciar o post, tenho uma coisa a declarar: esse livro é um "achado", o "azarão do ano"! Leitura imperdível!

O romance "Belo Desastre" de Jamie McGuire me surpreendeu! Não parei de rir das atrapalhadas, encontros e desencontros de Travis e Abby. Diverti-me pacas, mas também chorei. 
Travis, o bad-boy, não dá o braço a torcer e tenta a todo custo "expulsar" os pretendentes de Abby, sua "mais nova amiga". Abby, por outro lado, quer um namorado mas não tira os olhos de Travis, "seu amigo". Presa à uma aposta, Abby tem que permanecer por um mês morando no apto de Travis, mas é difícil... Só posso dizer uma coisa: esse apto pega fogo e uma hora explode!
 
No momento em que nos conhecemos, algo dentro de nós dois mudou e, o que quer que tenha sido, fez com que precisássemos um do outro. Por motivos que eu não conhecia, eu era a exceção na vida dele, e, por mais que eu tentasse lutar contra os meus sentimentos, ele era a minha.
(Abby – pag 188)
________

- O Livro:


Belo Desastre
Autor: Jamie Mcguire

Editora: Verus
Assunto: Literatura Estrangeira / Romance
ISBN: 9788576861911
Reduzido: 4073252
1a Edição / 2012
392 Páginas


 - Sinopse:

A nova Abby Abernathy é uma boa garota. Ela não bebe nem fala palavrão, e tem a quantidade apropriada de cardigãs no guarda-roupa. Abby acredita que seu passado sombrio está bem distante, mas, quando se muda para uma nova cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade, seu recomeço é rapidamente ameaçado pelo bad boy da universidade.
Travis Maddox, com seu abdômen definido e seus braços tatuados, é exatamente o que Abby precisa – e deseja – evitar. Ele passa as noites ganhando dinheiro em um clube da luta e os dias seduzindo as garotas da faculdade.
Intrigado com a resistência de Abby ao seu charme, Travis a atrai com uma aposta. Se ele perder, terá que ficar sem sexo por um mês. Se ela perder, deverá morar no apartamento de Travis pelo mesmo período. Qualquer que seja o resultado da aposta, Travis nem imagina que finalmente encontrou uma adversária à altura.


Belo Desastre é um livro sexy e apaixonante , que vai deixar você completamente viciado.
_______

 - Meus Comentários: Seria um Desastre Total?


Ela, certinha e ponderada. Ele, o gostosão bad-boy, um verdadeiro predador. Quer química melhor? :D Eles formam um casal que tem tudo... pra dar em nada. 

Quem disse que os opostos se atraem esqueceu-se de dizer que os opostos também se completam. Como uma balança buscando o equilíbrio. Afinal, o que seria do dia se não fosse a noite, hein???

- Você me ama?
- São as tatuagens – dei de ombros.
Um largo sorriso se espalhou por seu rosto (...)
(Travis e Abby – pag 190)


Travis é daqueles bad-boys que tem qualquer mulher aos seus pés, a qualquer hora. E mesmo considerando-as como descartáveis, Travis tem a agenda cheia. Entre um caso aqui e outro ali, a diversão maior dele é ganhar dinheiro com as lutas clandestinas que seu primo arranja nos porões dos prédios da faculdade. E não é por menos que seu apelido é “Cachorro Louco”, e que todos, inclusive a equipe de futebol da universidade, têm medo dele. Nunca perdeu uma luta, nunca negou um combate... bom, mas isso foi antes da aparentemente “certinha” Abby aparecer bem na sua frente, no meio de um de seus combates...

Indiferente ao charme do bad boy mais cobiçado da faculdade, Abby ignora suas investidas.   

- Eu dou a minha palavra. Não vou nem pensar em transar com você... a menos que você queira. (...)
- Como isso nunca vai acontecer, então podemos ser amigos.
Um sorriso travesso ressaltou ainda mais suas feições quando ele se inclinou um pouquinho mais perto de mim.
- Nunca diga nunca.
(Travis e Abby – pag. 27)

Completamente obcecado por Abby, Travis propõe então que sejam amigos. E logo as noitadas regadas à wisky e mulheres acabam ficando de lado e Travis revela-se um rapaz inteligente capaz até mesmo de ajudar Abby nas matérias. Até seu temperamento violento e impulsivo já é mais ameno e ele parece até mais sereno... mas quando se trata de Abby, bom, seu lado mais possessivo  e de macho alpha vem a tona sendo capaz de “descer a porrada” até mesmo em quem tocar ou olhar pra Abby!


Ele se inclinou na minha direção, parecendo perturbado.
- Mato o cara se ele encostar um dedo em você.
- Eu gosto dele – falei enfatizando cada palavra.
(...) – Eu sei que você não quis dizer nada disso, mas você precisa dar um tempo nesse lance superprotetor e parar de bancar meu irmão mais velho.
Travis deu risada.
- Não estou bancando o irmão mais velho, Flor. Nem de longe.
(Travis e Abby – pag 95 / 96)

Travis então faz uma aposta com Abby – e como Abby não foge da raia, acaba cedendo. Se Travis saísse de uma luta sem um arranhão sequer, Abby teria que morar no apartamento dele por um mês e dormir com ele na mesma, mas claro, sem “nada a mais”. E se ela perdesse, ele entraria numa crise abstinência por um mês: nada de mulheres, sexo nem bebidas.

Se deu certo? Mas é claro! Travis sabia muito bem o que estava em jogo....  e Abby acabou perdendo.
Mesmo morando juntos, mesmo com as crises de ciúmes e tudo mais,  Abby tenta a todo custo manter em mente que são apenas amigos. 

- Como se eu fosse comprar cerveja pra uma mina qualquer num bar – disse ele, balançando a cabeça. Ergui minha cerveja e ele levantou um dos lados da boca em um meio sorriso. – Você é diferente.
Bati de leve a minha garrafa na dele.
- Um brinde a ser a única garota com quem um cara sem nenhum critério não quer transar – exclamei, tomando um grande gole de cerveja.
- Você está falando sério? – ele me perguntou, puxando a garrafa da minha boca. Como não falei nada, ele se inclinou na minha direção. –Em primeiro lugar... eu tenho critério, sim. Nunca transei com uma mulher feia. Nunca. Em segundo lugar, eu queria transar com você. Pensei em te jogar no meu sofá de cinquenta maneiras diferentes, mas não fiz isso porque não te vejo mais assim. Não é que eu não me sinta atraído por você, só acho que você é melhor que isso.
Não consegui esconder o sorriso presunçoso que se espalhou por meu rosto.
- Você acha que eu sou boa demais para você.
Ele desdenhou do meu segundo insulto.
- Não consigo pensar em um único cara que seja bom o bastante pra você.
(Travis e Abby – pag 57)

Abby tenta protegê-lo e  ajudá-lo com suas flutuações de comportamento, mas ela sente que está perdendo o controle de seus próprios sentimentos. 

- Quando penso no meu futuro, vejo você nele.
(Abby para Travis – pag 245)


E os dois parecem que não conseguem mais viver um sem o outro, nem pra respirar!

Travis deu risada e arrancou com a Harley, voando até o apartamento, no dobro do limite de velocidade. (...)
Depois de descer da moto, dei um tapa no ombro dele.
- Esqueceu que eu estava com você? Está tentando me matar?
- Fica difícil esquecer que você está atrás de mim quando suas coxas me apertam tanto que quase me matam. – Com a próxima fala dele, veio um sorriso malicioso. – Pra falar a verdade, eu não consigo pensar em uma forma melhor de morrer.
- Tem algo muito errado com você.
(Abby e Travis – pag 54)


Para Travis, até se concentrar na luta fica difícil sem que Abby esteja a seu lado. E como os dois não se desgrudam nem por um minuto, logo passam a ser o “assunto”da faculdade. É difícil acreditar que o garanhão Travis Maddox está morando sobre o mesmo teto com uma mulher sem que haja qualquer, digamos, relacionamento mais intimo. Ninguém mesmo acredita!

- Não é engraçado. Você quer que a faculdade inteira ache que sou uma de suas vadias?
Travis franziu a testa.
- Ninguém acha isso. E, se acharem, é melhor torcerem para que não chegue aos meus ouvidos.
(Abby e Travis – pag 53)


E Travis faz questão de espantar todo pretendente de Abby, seja de forma verbal ou na porrada mesmo! 
 



- Não aguento isso, Beija-Flor. Sinto que estou ficando louco.
Levantei as mãos e depois as deixei cair e bater nas coxas.
- Você não aguenta o quê?
- Se você for pra cama com ele, não quero ficar sabendo. Vou ficar na cadeia um bom tempo se descobrir que ele.. Só não me conte nada.
- Travis – falei com raiva -, não acredito no que você acabou  de falar. Isso seria um grande passo para mim!
- É o que todas as garotas dizem!
- Não estou me referindo às vadias com quem você anda! Estou falando de mim! – eu disse com a mão no peito. – Eu nunca... argh! Não importa.
Saí andando, mas ele me agarrou pelo braço e me fez girar para ficar de frente para ele.
- Você nunca o quê? – me perguntou, se contorcendo um pouco.
(Travis e Abby – pag 116)

 
E Abby fica cabreira da vida... mas acho que não exatamente por Travis enxotá-los, mas sim por ele não demonstrar interesse nela como mulher.

Ele se inclinou mais próximo de mim e sussurrou ao meu ouvido.
- Não quero transar com você, Flor. Gosto demais de você para isso.
Então foi caminhando até o banheiro. Fiquei parada, perplexa. (...) Travis Maddox transava com qualquer uma; eu não conseguia evitar a sensação de inferioridade ao saber que ele não tinha vontade nem de tentar transar comigo.
(Travis e Abby – pag 48)


Entre voltas e reviravoltas, esse casal bota tudo e todos de pernas pro ar. A faculdade nunca mais será a mesma...


- O que eu sinto por você... é muito louco.
- Na parte da loucura você está certo – retruquei, me afastando.
- Eu fiquei treinando isso na minha cabeça o tempo todo em que estávamos na moto, então me ouve... – disse ele.
- Travis...
- Eu sei que a gente tem problemas, tá? Sou impulsivo, esquentado, e você me faz perder a cabeça como ninguém. Num minuto você age como se me odiasse, e no seguinte como se precisasse de mim. Eu nunca fa;co nada direito, eu não te mereço... mas, porra, Abby, eu “te amo”. Eu te amo mais do que jamais amaei alguém ou alguma coisa em toda a minha vida. Quando você está por perto, não preciso de bebida, nem de dinheiro, nem de ljuta, nem de transas sem compromisso... eu spo preciso de você. Eu só penso em você. Eu só sonho com você. Eu só quero você.
Meu plano de fingir que ignorava tudo aquilo foi um fracasso épico.
(Travis e Abby - pag 188)

_______ 

-  Amor Visceral e Obcessão


Travis é sexy e controverso. Um verdadeiro bad boy que foi “domado” pela instigante Abby. O amor dele por Abby beira a obcessão – o que por vezes chega a ser apavorante com suas cenas de bebedeiras e violência seguidas de arrependimentos.  Vou mais além, é um amor possessivo beirando uma doença; beirando uma relação abusiva em termos de sentimento.

- Sabe por que eu te quero? Eu não sabia que estava perdido até que você me encontrou. Não sabia que estava sozinho até a primeira noite em que passei na minha cama sem você. Você é a única coisa certa na minha vida. Você é o que eu sempre esperei, Beija-Flor.
Ergui as mãos para pegar o rosto dele, e ele me abraçou, me levantando do chão. Pressionei os lábios contra os  dele, e ele me beijou com a emoção que tinha acabado de transmitir em palavras. (...)
(Travis para Abby – pag 241)


Mas a verdade é que Travis e Abby são dependentes um do outro. O amor deles é tão intenso e visceral que chega a dar medo: quando estão bem, todos a sua volta estão bem; mas se estão brigados ou coisa assim, todos a sua volta pagam o pato...

- Nenhum de vocês assume o que sente, esse é o problema. Vocês têm tanto medo do que pode acontecer quês estão lutando contra isso com unhas e dentes. Tenho certezza que, se você olhasse nos olhos do Travis e dissesse que o quer, ele nunca mais olharia para outra mulher.
(America para Abby – pag 128)
__
- Eu queria que você e o travis ficassem juntos logo, merda! Vocês são como um maldito tornado! Quando estão felizes, é tudo paz,  amor e  borboletas. Quando estão bravos, derrubam a droga do mundo inteiro junto com vocês!
(Shepley – pag 315)
 __
- Um brinde! – ele gritou (.. .)
- Aos babacas! – ele exclamou fazendo um gesto em direção  a Brad. – E às garotas que partem o coração da gente – ele curvou a cabeça para mim. Seus olhos tinham perdido o foco. – E ao horror de perder sua melhor amiga porque você foi idiota o bastante para se apaixonar por ela.
(Travis – pag 341)

O amor deles é como andar numa montanha-russa. 

 
- Você não pode mais me dizer o que fazer, Travis! Eu não pertenço a você!
No segundo que ele levou para se virar e ficar cara a cara comigo, sua expressão foi tomada pela ira. (...)
- Bom, mas “eu” pertenço a você!
(Travis e Abby - pag 344) 


Ri, chorei, amei e odiei Travis e Abby por diversas vezes. Teve horas em que tive vontade de bater nesses dois cabeçudos; depois de consolá-los. Oh casalzinho complicado! rsrsrs


- Você transou com ele?
Meus olhos se encheram de lágrimas enquanto eu respon dia que não, balançando a cabeça. Ele avançou com os lábios nos meus, e sua l;íngua penetrou minha boca se hesitação. Incapaz de me controlar, agarrei a camiseta dele com os punhos cerrados e o puxei para perto. Ele murmurou com sua incrível voz grave, me agarrando tão apertado que era difícil respirar.
Então ele recuou, sem fôlego.
- Liga pro Parker. Fala que você não vai mais sair com ele. Fala pra ele que você está comigo.
Fechei os olhos.
- Não posso ficar com você, Travis.
- Mas que inferno! Por que não? – ele perguntou, me soltando. (...)
Ele riu.
- Inacreditável. A única garota que eu quero, e ela não me quer. (...) Eu sei que você merece alguém melhor do que eu. Você acha que eu não sei disso? Mas se existe alguma mulher feita para mim... essa mulher é você. Eu faço o que for preciso, Flor. Está me ouvindo? Eu faço qualquer coisa..
(Abby e Travis – pag 188 / 189)



Fiquei obcecada pelo livro e afoita pra saber como seria o final desse casal pra lá de improvável.

Sorri para lutar contra as lágrimas.
- Aposto cinquenta paus que você vai me agradecer por isso quando conhecer sua futura esposa.
Travis juntou as sobrancelhas numa expressão triste.
- Essa é uma aposta fácil. A única mulher com quem algum dia eu me casaria acabou de partir o meu coração.
Não consegui forçar um sorriso depois dessa. Limpei os olhos e me levantei.
(Travis e Abby – pah 303)
#cabeçudos


Tem de tudo: romance, drama, ação e até pitadas de suspense rsrsrs
Leitura rápida, deliciosa e envolvente.

Minha nota pro azarão do ano: 10, com louvor.

 - Eu Sabia, no segundo em que te conheci, que havia algo em você que eu precisava. Acabou que não era “algo” em você. Era simplesmente você.
(Travis para Abby – pag 375)
______

- O Que Vem Por Ai:

 
"Walking Disaster" é o universo paralelo de "Beautiful Disaster". Neste livro, a ser lançado em 2013, conheceremos a história de Travis e Abby pelo ponto de vista de Travis Maddox. Show!!! #euquero
Para quem não se lembra, Stephenie Meyer bem que tentou criar este tipo de romance "paralelo"  com "Midnight Sun", a versão de Edward Cullen para "Crepúsculo". Mas a autora desistiu no meio do caminho quando os 12 primeiros capítulos de Midnight Sun vazaram na internet. Uma pena! 
Agora é a vez de Jamie McGuire assumir a liderança do "universo paralelo" pelos olhos de Travis!

#loucapraver
 
_______


- Seguindo os Passos de Cinquenta Tons de Cinza:


"Belo Desastre" é considerada como a versão "irmão mais novo" da série "Cinquenta Tons de Cinza". E não é que tem cara mesmo??? rsrsrs
E pelo que parece, a Warner abocanhou os direitos para filmar "Beautiful Disaster". Ueba!!!
Então isso significa que podemos começar a cogitar sobre o elenco, certo???? Façam suas apostas!

Olha só:
http://www.totalfilm.com/news/warner-bros-to-adapt-beautiful-disaster



- Curiosidade:

A Autora disse que o personagem de Travis Maddox foi inspirado em alguém que ela conheceu... Apresenta ele pra mim!!!! kkk

#sortedela
_______


- Travis e Abby: Minha Trilha Sonora


Bom, parece que está virando hábito eu escolher uma música como trilha para os livros que leio... no caso de Travis e Abby, "Trully Madly Deeply" do Savage Garden caiu como uma luva...

video



Mas a trilha sonora indicada (e cantada) pelo bad-boy-tudo-de-bom  Travis Maddox é... "(I Can't Get No) Satisfaction" do Rolling Stones! Nessa parte do livro me senti realmente dentro do High School Musical... misturado com Grease! kkkk


video



_______


Jamie McGuire

- A Autora:


 Além de Belo Desastre, que já foi traduzido em onze idiomas, Jamie McGuire escreveu a série de sucesso Providence.
Ela vive em Enid, Oklahoma, nos Estados Unidos, com os três filhos e o marido, um verdadeiro caubói. Eles dividem suas terras com quatro cavalos, quatro cachorros e um gato.


http://www.jamiemcguire.com/ 



_______

- Outras Capas:

_

24 comentários:

Aninha... disse...

Menina Amei esse livro!!!E estou com você quero conhecer a inspiração da autora...rs.

Renatta disse...

Adorei o livro! E uma delica de ler, eh um daqueles que não da vontade de parar de ler mas também você não quer que acabe logo! Recomendo

Cleice disse...

Acabei de encontrar esse blog e amei de paixão *-*

Apaixonadíssima pelo livro e esperando ansiosamente por Walking Desaster...

Super recomendado.

Beeijo

Jessie disse...

Ai desculpa, mas não gostei do livro tanto assim não. O enredo até que é interessante e tal mas os personagens são mal construidos, e autora exagera em alguns momentos.
Sério q vc chorou? quando? Meus Deus eu não tenho coração então, pq só li até o final pq realmente estava em duvida se o casal iria ficar junto ou não.
Li o livro inteiro sentindo falta de alguma coisa. No inicio achei que era por conta da narração em primeira pessoa, mas li outros livros no mesmo formato que não me deixaram asssim.
Eu colocaria milhoes de coisas aqui, mas devo estar parecendo uma chata. Emtão, o livro até que é bom pra passar o tempo, mas até a aberração da "Julieta Imortal" foi mais bem escrita.
Sou uma mala, desculpa.

Vick disse...

Oi Jessie,
Vc tem todo o direito de expressar sua opinião e de não gostar do livro. Como leitora vc pode amar ou odiar um livro - faz parte!!! ;-)
Tb já odiei livros que a maioria amou. Tb amei livros q muita gente detestou rsrsrs
É bom sempre deixar seus comentários, sejam eles positivos ou negativos.

O q seríamos de nós leitoras sem a diversidade literarária, não é mesmo? :-D

Bjs,
Vick

Anônimo disse...

Li,e adorei quero um Travis pra ,min kkkkkkkkk

Anônimo disse...

Eu amei esse livro! Minha Trilha Sonora foi "Miss You Love" do Silverchair :D

Anônimo disse...

Olha eu não costumo ler livros desse tipo,os que leio, também são romances mas com um enredo bem mais maduro e "crescido". Só tenho esse livro hoje em dia na minha prateleira, por que enfim, eu o ganhei. Mas admito que sou grata por ele está lá. Sim, eu gostei do livro! *-* Concordo que é meio "pirralhesco" algumas estruturas, mas o enredo prende o leitor, no começo por frustração, e no final por excitação e amor. ^^' Também admiro a forma como mostrou que quando se conhece o verdadeiro amor, nada mais se torna tão simples, singelo e magnifico como tê-lo ao seu lado. Acho que isso compensou a pouca maturidade de alguns momentos, e sim, eu gostei e espero ler a sequencia com a visão do Travis. ^^' Sou apaixonada por leitura também! *----*
Lara Maciel

Anônimo disse...

Um dos poucos livros que volto a ler... incrível como essa história é envolvente do começo ao fim. Muito exitante quando ela descreve os momento únicos com Traves... Recomento esse livro a todos.

Anônimo disse...

OOiii meu deus vc é incriveeel!!! AMEI DE PAIXÃO O SEU BLOG!!!! A resenha já é ótima mas sem dúvida alguma você faz a gente ficar LOUCA pra ler!!! Acabei de começar a leitura e já estou ENCANTADA!

SIMPLESMENTE AMEI!

Bjos

Anônimo disse...

olá, adorei o livro muito muito mesmo...só o fim que eu esperava que acontecesse algo mais...tipo eles casarem e depois da facu ela engravida e tals rsrs. I Can't Get No!! uhuuu vc sabe por acaso o nome da musica que o Travis e a Abby dançaram juntos pela primeira vez na festa?
obrigada :0

giocintra disse...

Sinceramente amei seu post, é muito bom.. Esse livro é excelente, tem uma historia bem envolvente e atraente, que faz com que fiquemos viciados nessa doce e intrigante historia de Abby e Travis. Estou anciosa pelo filme... :)
Parabéns você descreveu tudo perfeitamente igual as emoções
que eu senti ao ler o livro.

Beijo..

Anônimo disse...

Oiii pessoas
Acabei de ler o livro, simplismente ameeei...
Já li a trilogia 50 tons de cinza e a trilogia toda sua (claro..o ultimo livro ainda nao saiu, mas estou na espera, rs)
Agora vou atras de outro livro...alguem me indica algum???

Beijaaao povo

Gabriela Souza disse...

Acabei de ler e estou encantada, como disse uma outra leitora, você fica presa na história, pq sinceramente teve umas atitudes de Abby que achei idiota, e o Travis mesmo sendo aquele furacão consegue ser "cute"... e no fim você fica com gosto de quero mais...
A história é ótima, só achei que faltou mais detalhes dos personagens, de algumas situações, mas é lindo e quero ler de novo, não sei quanto à vocês mas quando pego um livro e gosto, eu não leio, devoro!!!!!
E agora por acaso acho esse blog e leio 2 ótimas notícias um possível filme, e uma versão do Travis narrando, não poderia ser melhor, ansiosa para ler...

Raissa Fontal disse...

Foi um dos melhores livros que já li. Muito bem escrito, pois consegui sentir todas as emoções. Chorei, ri, fiquei ansiosa... Enfim, me apaixonei por esse livro e não consigo parar de falar em outra coisa com as minhas amigas. Pra quem tem uma grande paixão, se identifica em muitas situações.

Simplesmente perfeito!! Adorei a autora.

Anônimo disse...

Eu adorei o livro...Li em menos de 24 horas!

Helena V. disse...

Vick,

Li esse livro no ano passado. Super viciante, envolvente e muito bonitinho... Como você, também achei os personagens bem cabeçudos em alguns momentos, mas os perdoei! rs

Foi leitura de apenas uma semana de tão bom que era! Bem, até o momento era a leitura TOP dentre todas as outras, até que descobri o professor Gabriel Emerson. Desculpe, Travis. hehehe!

Vick disse...

Meninas,

Em breve chegará por aqui "Walking Disaster": a versão de Belo Desastre pelos olhos de Travis! #surtando rsrsrs

Bjs,
Vick

Fabby disse...

achei a historia boa mas faltou algo na narrativa parecia ate eu escrevendo um livro. bom é mistura de cinquenta tons com crpusculo é legal.
mas depois que li O morro dos ventos uivantes não livro igual, conheci o que é um livro bem escrito.

Eveartecomamor disse...

nossa amei o livro to viciada em ler até escolhi uma música pra Abby que achei a cara dela (Big Girls Don't Cry) o livro é lindo.Entre o agora e nunca também é maravilhoso!

Rose Pereira disse...

Nossa esse é o meu romance predileto, não vejo a hora de ler o lado do Travis...

Jeniffer Felipe Chaves disse...

Adorei o livro, seu gosto literário bate com o meu, por isso adoro ler suas resenhas... parabéns pelo seu trabalho foi quem melhor traduziu o livro.
Não conseguia parar de ler, adorei o Travis, ele é demais.

Vick disse...

Pois é Jennifer, esse livro é viciante, não é mesmo? Obrigada pelo carinho ;-)

Helena,
Tb troquei o Travis pelo Gabriel... rsrsrs Gosto muuuuito do Travis. Mas amos mesmo é o prof. Gabriel! :-)

Meninas,
E depois de Belo Desastre, a gente AINDA continua contando os dias para a versão do Travis em Walking Disaster, né mesmo? :-D

Leitoras queridas, obrigada à todos os comentários!

Bjsss à todas vcs

Thaìs!!! disse...

olá...
Passando pra dizer que amei BD,todo mundo tem direito de gostar ou odiar um livro... mas acho que ninguém tem o direito de criticar, pois é uma história muito interessante, apesar de sentir que faltou várias coisas, tipo.. o que aconteceu com a mãe da Abby? e depois eles se casaram e tal? gostei mesmo do livro. afinal quem não gostaria de ter um Travis caidinho de amores aos seu pés? rs rs
beijão...

Na Prateleira

Postagens Mais Vistas