sábado, 7 de dezembro de 2013

Pela Luz dos Olhos Seus - Janine Boissard (Resenha)


Leitura da Semana



Pela Luz dos Olhos Seus
Janine Boissard

Faz muito tempo que devo uma resenha para vocês, não é mesmo? Mas se preparem, tenho uma pilha de resenhas para colocar em dia e vocês verão - assim espero - vários posts por aqui ;-)
Pela Luz dos Olhos Seus é um dos últimos lançamentos da Editora Arqueiro - uma super parceira do Paixão Por Livros. Quando vi a sinopse pela primeira vez, confesso que me apaixonei. E quando li, vi que não me enganei. Ops, até rimou! 
- Você, que acredita no amor, Laura, Violetta é o amor - disse ele. - Ela sacrifica tudo por Alfredo. E esse pobre idiota não vê nada, espera até perdê-la para compreender...
(Claudio Roman - pág. 61)
______________________________________________

- Você será Alfredo. E eu sua Violetta.

Claudio Roman é um homem rico, lindo, que encanta plateias do mundo todo com sua voz de tenor, mas que no fundo é extremamente amargurado. Há três anos, um ataque criminoso o deixou cego. E desde então, ele se tornou um homem irônico e capaz de ferir qualquer um com suas duras palavras. Mas isso não o impediu de abandonar as bebedeiras e as noitadas com belas mulheres, as quais ele descartava logo em seguida.
Quando sua última assessora de imprensa abandona o cargo alegando não tolerar mais os constantes insultos de Claudio, David May, seu agente e amigo, decide procurar uma substituta temporária. 

Laura Vincent nunca se julgou uma beldade. Desde pequena ela vivia à sombra da beleza de sua irmã Agathe, que era disputada por todos os rapazes. Enquanto Agathe era alta, loira, de olhos azuis e pele alva, Laura era baixinha, com cabelos castanhos, olhos verdes e pele morena. Seu pai, um padeiro muito amável, constantemente as chamava de "pão preto e pão branco."
Entretanto Laura cresceu e, enquanto sua irmã se casou e teve filhos, Laura saiu da pequena Villedoye, na Normandia, e resolveu viver e explorar o mundo à seu jeito. Aos 26 anos, ela tinha um bom emprego em  Paris: era assessora de imprensa de artistas novatos.

Então, adivinhem só o que aconteceu...

Contratada para ajudar Claudio com sua agenda de compromissos, Laura - a pequena - descobre que, por baixo da máscara arrogante e do temperamento difícil,  há um homem atormentado, um verdadeiro gigante aprisionado. A grande frustração de Claudio Roman é não poder interpretar Alfredo na ópera La Traviatta devido à sua cegueira.
Com o passar do tempo, Laura, além de assessora e guia, se torna sua confidente. E algo dentro dela começa a crescer e se transforma em amor. 
Ele era o homem para mim; e eu estava ciente de que jamais seria a mulher para ele. E não me importava.
(Laura - pág. 25)
 Decidida a ajudar Claudio, Laura o convence a realizar um transplante de córnea, uma chance de que Claudio recupere a visão de um de seus olhos.
Esse seria seu maior ato de amor: ajudar Claudio a enxergar novamente e a interpretar Alfredo. Mas também seria seu "adeus" à Claudio.
- Você será Alfredo - prometi.
(Laura - pág. 111)

Depois da cirurgia, será que haveria espaço para Laura na vida de Claudio? Será que ele não precisaria mais dela quando voltasse a enxergar? Acostumado à ter mulheres bonitas em sua cama, assim que ele a visse pela primeira vez, ele a dispensaria? Como ela poderia dar seu coração à um homem acostumado a não amar e a descartar suas amantes?
"Ele não precisará mais de você" 
(David - pág. 89)
E havia Hélène, a amante de Claudio. O que a bela soprano tinha de beleza, tinha em maldade.
Óbvio que era sua amante! E ficar com ciúmes teria sido completamente ridículo. O ciúme faz parte do pacote de um amor secreto e sem esperança?
(Laura - pág. 44)
 #spoileralert

Assim que recupera a visão, graças a insistência de Laura - seu pardalzinho -, Claudio quer olhar para ela e lhe dizer algo que escondia em seu coração mas...
... Laura se fora.
Ele deu uma gargalhada. Em seguida, chamou o garçom, pediu outro uísque e, quando o tinha em sua frente, bateu um copo no outro.
- À primeira mulher que me fez perder o juízo.
(Claudio - pág. 87)
______________________________________________


- Pelos Olhos de Uma Leitora Apaixonada


O que falar de Pela Luz dos Olhos Seus? O livro é um romance doce e sensível - apesar da constante acidez e do humor imprevisível de Claudio, o personagem principal.

Uma coisa que gostei muito é que o livro é dividido em três partes. E, em cada uma delas, o leitor conhece os diferentes pontos de vista dos personagens (E isso é uma coisa que eu adooooooro! Amo essa sensação de "voyeur" <3). Na primeira parte, ouvimos a voz e mergulhamos nos sentimentos de Laura. Na segunda, é a vez de Claudio. E na terceira, tchan!, os dois.
1a Parte - Ela - Guardião, esta Noite findará?
Sinfonia 2 - Felix Mendelssohn

2a Parte - Ele - Agora a procuro cheio de tristeza e não consigo encontrá-la.
Lied - de Mozart

3a Parte - Eles - Ó Alegria!
La Traviata

Cada peça musical simboliza o momento pelo qual os personagens estão passando - associação perfeita da autora! Agora você já imaginou ler cada parte desse livro escutando a música correspondente? Arrepiei!

Outro ponto positivo é que o livro é dividido em capítulos curtos. Não sei vocês, mas eu particularmente gosto disso. Sinto que tenho tempo de respirar, de assimilar. É como num teatro onde se fecha uma cortina e a seguir abre-se outra para o próximo ato.
Mais um ponto positivo: a história é objetiva, sem enrolação e muito dinâmica. Quando o leitor percebe, já se passaram meses nas vidas dos personagens...

Quanto aos personagens, eles parecem ser nossos amigos de longa data (claro, tirando a parte que não sou rica e nem moro na França!). São pessoas comuns, quase reais e com seus próprios dramas. Falando em "dramas", a autora é certeira nesse quesito: não floreia e é direta. No final das contas, terminei o livro com uma sensação de apego emocional.
- Então, já que acredita no amor, Laura, me conte como fazer. (...)
- É curioso. Ao mesmo tempo que ele nos deixa sem fôlego, temos a impressão de nunca termos respirado tão bem. Queima feito brasa e tudo que pedimos é que continue a queimar. Temos a impressão de que antes apenas fingíamos viver. Somos injustos até mesmo conosco.
(Claudio e Laura - pág. 47)


- Um Gigante Aprisionado

Claudio Roman, nosso tenor casca grossa, é um homem complexo e difícil. Sente tudo numa intensidade alarmante. Um homem "passional" - talvez  por causa de sua paixão pelo canto. Sua arrogância talvez resida no fato de ser um "super star", assediado pela mídia e, sendo um homem atraente, também pelas mulheres. E é por isso que sua cama nunca esfria - ele pode ter qualquer mulher, desde que seja bela e... descartável. A amargura adquirida quando perdeu a visão o transformou num homem ácido e que, na maioria das vezes, desfere palavras cruéis contra aqueles que lhes são próximos. Privado de sua visão, sente-se prisioneiro de Alfredo (personagem de La Traviatta), onde amarga seu sonho de um dia interpretá-lo na ópera.
E como rir diante daquela força e daquela beleza, daquela dor, de algo que parecia prestes a explodir em meu coração? 
Um gigante aprisionado.
(Laura - pág. 22)

- O Pequeno Pardalzinho, a irmã mais nova

Laura Vincent é uma mulher moderna, destemida e desembaraçada. Pequena em tamanho, mas grande em caráter - e coração. Capaz de largar tudo e começar do zero a qualquer momento. Mas no fundo, apesar de parecer "despachada", ela ainda não se sente bonita o suficiente. Por isso que ela tem facilidade em lidar com a rudeza de Claudio: ele não pode "vê-la". Uma mistura de patinho feio e Bela - de A Bela e a Fera.
- Peça-me qualquer coisa, Laurinha. Você nunca pede nada. Quer uma joia, um vestido, um carro para substituir seu calhambeque? Peça e terá, é uma promessa.
- Cuidado, está correndo um grande risco. Imagine se eu pedir a lua.
- Eu daria um jeito de trazê-la para você.
Vou me lembrar disso.
(Claudio e Laura - pág. 52)

- E o Último Ato...

Algumas partes me chocaram:
  • a brutalidade das palavras de Claudio para Laura (pág. 63) - cachorro que late não morde, Claudio!
  • a bela bofetada psicológica em Hélène (pág. 171) - Claudio e sua "delicadeza": essa Hélène mereceu!
  • a dor intensa de Cláudio (pág. 182) - Aff, chorei junto com ele.
  • E o final realista: entre vendavais e calmarias.
Não posso entrar em detalhes para não virar spoiler. Então, para quem ainda não leu: LEIA! rsrsrs
Quanto a "até o fim do mundo", veríamos. 
(Laura - pág. 216)

- Moi... l'opinion de lecteur

Um romance onde o leitor viaja por óperas, música clássica e o glamour francês.
Leitura fluída, deliciosa e prazerosa. Recomendo!
______________________________________

- O Livro

Pela Luz Dos Olhos Seus
Autora: Janine Boissard

Editora: Arqueiro
Assunto: Literatura Estrangeira / Romance
ISBN: 9788580412109
1a Edição / 2013
224 Páginas


- Sinopse:

Laura Vincent cresceu entre o mar e as macieiras da Normandia. Passou a adolescência à sombra da irmã mais velha. Agathe – a bela – era admirada e disputada por todos os garotos da cidade; Laura – a pequena – passava as noites em casa, lendo romances. Mas o destino preparou uma surpresa para Laura. Trabalhando como assessora de imprensa de músicos, ela recebe, no dia seguinte ao seu aniversário de 26 anos, a visita do agente de um dos tenores mais famosos do mundo. Ela é requisitada para ser guia dele e seu chefe não deixa margem para discussão. Rico e bem-sucedido, Claudio Roman viaja pelo mundo emocionando plateias com sua voz. Fã de banquetes, bebedeiras e belas mulheres, ele parece ter tudo o que quer, porém seu comportamento esconde a amargura de nunca poder interpretar Alfredo, em La Traviata, por causa de um ataque criminoso que lhe custou a visão. Laura está preparada para lidar com um homem difícil e arrogante, mas, assim que ouve Claudio cantar pela primeira vez, ele toca seu coração. Aos poucos, mais do que sua guia, ela se torna também a confidente das noites sombrias de angústia. Como ela nunca lhe pede nada em troca de seu apoio, Claudio promete lhe dar qualquer coisa. No momento certo, ela cobra a promessa: quer que o cantor se submeta a um transplante de córnea capaz de lhe restituir a visão de um dos olhos. Apaixonada e convencida de que Claudio não precisará mais dela quando voltar a enxergar, Laura vai embora sem se despedir e sem dar a ele a oportunidade de vê-la. Será que Claudio saberá lidar com essa decisão? Ou ele vai enfim perceber que sempre lhe faltou o alimento mais essencial à vida: o amor?
 ______________________________________

- A Autora:


 Janine Boissard é uma romancista francesa. Desde os treze anos ela sabia que seria uma autora. Teve seu primeiro romance publicado quando tinha vinte anos. Já publicou mais de quarenta romances na França,  também escrevendo sob o nome de casada, Janine Oriano.  
Pela Luz dos Olhos Seus (Love Story), foi publicado originalmente na França em 2003.
______________________________________

- Um Pouco de Cultura


La Traviata
Ópera de Verdi, adaptação da obra A Dama das Camélias de Alexandre Dumas.
Violetta, uma jovem cortesã se apaixona por Alfredo, um bom homem proveniente de uma família abastada. Eles vivem intensamente esse amor até que o pai de Alfredo convence Violetta a deixá-lo. Afinal de contas, ela estaria comprometendo o futuro de seu filho. Como Violetta estava doente, ela o abandona - mesmo o amando. Tempos depois, Alfredo descobre que seu pai o afastou de Violetta. E quando Alfredo volta para sua amada, ela morre em seus braços. Triste.   #prontofalei!


A Dama das Camélias
de Alexandre Dumas
 
 
 


Les Grandes Espérances - de René Magritte (quadro)


Teatro dos Champs-Élyseés
(Sábado, 10 de junho de um ano qualquer...)
 
 
 


 

Champs-Élyseés


M. Delly
(escritora de romances)
______________________________________

- Trilha Sonora


Claudio Roman é um tenor. E como sou pianista - tudo bem que ando enferrujada... - me sinto totalmente a vontade no meio dos "clássicos" ;-)

Sinfonia 2 - de Mendelssohn

Lied - de Mozart

La Traviata - de Verdi
 (Céus, já toquei tanto essa música no piano!!!!)

E na voz do lindo Jonas Kaufmann!
 ______________________________________

- E para fechar as cortinas...


______________________________________

 - Capas Estrangeiras:
 
 
______________________________________

- Dica de um blog bacana sobre Ópera: http://fanaticosdaopera.blogspot.com.br/

3 comentários:

Anônimo disse...

Boa noite
Estava na dúvida se este seria o momento certo p essa leitura.
É um romance sensível,né? Está me lembrando da trilogia Inferno de Gabriel.

nania lima disse...

Estava esperando sua resenha p poder comprar esse livro. Ele tbm me lembra a trilogia do Gabriel, q aliás eu amo.
Bjs
Nania

Renata Santos disse...

Então, esse livro foi uma das melhores leituras que fiz em 2013 e hoje é um dos meus queridos, sou completamente apaixonada por ele!
Bj